Blog — 14 outubro 2019

Engajamento é uma das palavras-chave quando se pensa a educação como espaço e momento de aprendizagem. Entenda como incentivar e engajar os alunos na escola. Diário Escola traz dicas para auxiliar as instituições de ensino e os professores. Engajar o corpo discente no processo de aprendizagem requer muito mais do que apenas um conteúdo de qualidade. O engajamento dos estudantes decorre da atuação assertiva e profissional da gestão escolar e das habilidades empáticas dos professores.

Engajar versus Motivar

Antes de mais nada, para incentivar e engajar os alunos na escola, gostaríamos de esclarecer uma confusão semântica muito comum: a diferença entre engajar e motivar.

“Precisamos motivar nossos alunos a serem mais participativos em sala de aula.”

Qual professor ou gestor escolar nunca proferiu essa frase? Poucos, com certeza. A maioria (inclusive nós, até bem pouco tempo…) confunde motivação e engajamento. O que precisamos entender é que motivação é de foro individual e o engajamento é coletivo.

Enfim, essa distinção faz toda a diferença. São razões pessoais que levam os indivíduos à motivação. É algo que vem de dentro, de forma particular e individual. É o que motiva cada um dos alunos a irem todos os dias para a escola. O que anima cada estudante a buscar mais conhecimento e os estimula a estudar cada vez mais.

Já o engajamento, por sua vez, envolve a coletividade. Isto é, o engajamento em sala de aula faz com que educandos e educadores alinhem seus interesses e busquem, juntos, soluções e caminhos que os levem ao objetivo comum, que são o ensino e a aprendizagem. É o que leva as instituições de ensino, professores e alunos a compartilharem uma mesma visão.

Essa visão compartilhada, então, leva a um entendimento sistêmico da educação: quando cada um entende ser uma pequena (mas importante) engrenagem de um sistema que só funciona quando todos fazem a sua parte.

Bem compreendida essa diferença, ainda, antes de irmos ao que interessa ­– como incentivar o engajamento dos estudantes à Educação –, temos mais uma dica importante.

Como incentivar e engajar os alunos na escola?

Diário Escola apresenta três elementos que, se bem utilizados e adequados a cada situação e instituição de ensino, podem contribuir para aumentar o engajamento dos educandos: AUTONOMIA, EXCELÊNCIA e PROPÓSITO.

É o que defende Daniel H. Pink, referência em gestão do comportamento. Com obras traduzidas para 35 idiomas, é autor de seis livros sobre o trabalho na contemporaneidade. Segundo ele, a motivação é intrínseca à natureza humana, isto é, comum a toda a espécie, mas particular de cada um.

Contudo, existem formas de estimulá-la, por meio dessas três necessidades psicológicas inerentes aos indivíduos. Então, as instituições de ensino e os professores precisam se apropriar desses conceitos e trabalhá-los, como forma de incentivar, entusiasmar e inspirar os alunos a encontrarem, em si, o que os motiva no processo educacional.

Entenda um pouco mais sobre esses três elementos psicológicos que auxiliam a incentivar e engajar cada um dos alunos em sala de aula.

AUTONOMIA

Os alunos precisam ter autonomia na hora de gerir suas tarefas e seus trabalhos. Mas, precisa compreender que é parte de algo maior. O educando deve sentir-se protagonista em seu processo de aprendizagem.

EXCELÊNCIA

A vontade de ser cada vez melhor, de fazer a diferença. É necessário que o discurso e a prática docente encorajem os estudantes nesse sentido. É espontâneo, natural e verdadeiro que os jovens busquem melhorar suas habilidades e capacidades. No entanto, precisam ser reconhecidos por isso.

PROPÓSITO

Os estudantes precisam compreender os motivos pelos quais o processo educacional é tão importante. O porquê dedicar boa parte da juventude (e, depois, da vida) a estudar e aprender sempre mais. Precisam internalizar o real propósito da educação e da autonomia intelectual. É papel das escolas e dos professores inculcar esse mindset nos alunos.

Envolvimento, empolgação e aprendizagem

Não é uma tarefa fácil, mas é disso que se trata o engajamento discente. Os professores precisam de técnica e criatividade para incentivar e manter os alunos engajados em sala de aula.

Esse desafio, de incentivar e engajar os alunos nas escolas, pode e deve ser superado com o auxílio das direções das escolas, com a capacitação contínua do corpo docente e com pitadas de inovação.

Nesse sentido, fomentar a participação e a colaboração dos alunos e estimular o interesse desses pelos conteúdos das disciplinas são ações fundamentais nesse processo.

Fonte: diarioescola.com.br 

Share

About Author

Janara da Silva

(0) Readers Comments

Comments are closed.